Redação publicitária x Redação de conteúdo: qual a diferença e o que é melhor para o seu negócio?

Atualizado: Mai 27



Era uma vez, um redator que estava pronto para criar chamadas (copy) de marketing de todos os tipos — isso antes da era de ouro dos blogs. Hoje, se a sua empresa ou organização têm um blog, você deve se perguntar se está escrevendo os melhores copies ou conteúdos para impactar com maior eficiência as personas da sua companhia.


Publicações em blogs continuam sendo a prioridade dos profissionais de marketing, que nomeiam os blogs como a ação prioritária em 53% dos casos, segundo informações do HubSpot. De fato, sites com blogs tem uma chance 434% maior de ser melhores ranqueados nas ferramentas de buscas.

Mas, como isso impacta sua vida e da sua empresa? Se você consegue encontrar o redator certo, o trabalho dele - e seu - podem valer ouro. Mas como as redações publicitárias e de conteúdo são diferentes? Qual o melhor modelo para seu blog? Confira nesse artigo, publicado originalmente pelo SmartBug, as respostas para todos esses questionamentos.

O que é a redação publicitária?

Também conhecido como copywriting, a técnica é especializada em uma comunicação direta e focada em textos pequenos que garantem grandes retornos: a geração de vendas. Essa forma de redação tem foco em anúncios, peças de mídia off-line, e-mails, landing pages, e muito mais.

O redator tem a habilidade de comprimir em poucas frases o DNA da empresa, as palavras-chave e as mensagens que a empresa deseja passar, uma chamada para os usuários comprarem um produto, se inscrever em algum serviço, agendar um voo, ou enviar dados de cadastro, como quando uma landing page solicita um email para que o site envie informações complementares. Essa chamada, também é conhecida como CTA (sigla de Call to Action, ou chamada para ação, em tradução livre). Algumas das campanhas mais conhecidas do mundo são pensadas por brilhantes redatores criativos.

David Ogilvy, o famoso magnata do mercado publicitário, alertou, muito antes de prever o crescimento exponencial dos blogs e da evolução digital: "Quando escrevo um anúncio, não espero que você me diga o quanto isso foi criativo. Eu quero, apenas, que você fique tão interessado que não tenha outro pensamento se não comprar o produto ou serviço."

Redação publicitária é mais simples que a redação de conteúdo e usa linguagem persuasiva e emocional para impulsionar o consumidor tome uma ação imediata (de compra). Pode parecer forte, mas o copywriting pode melhorar ou afundar um negócio. Pioneiro no estudo de comportamento do consumidor, Eugene Schwartz apontou certa vez que "você precisa deixar claro que entende o desejo de milhares de usuários, os anseios que estão em seus corações e que a sua marca tem o que eles estão desesperadamente procurando".

O que é redação de conteúdo?

Chamado também de content writing, essa modalidade inclui textos para blogs, postagens para mídias sociais, e-mails, whitepapers (textos de maior aprofundamento sobre temas específicos), e-books, e muitas outras formas de materiais que educam, entretém e informam sua audiência sobre um tópico de seu interesse. Redação de conteúdo é focada na produção de conteúdo que gera engajamento entre marca e audiência, então — com o tempo — os consumidores vão criar confiança em sua marca e podem ter maior interesse em seus produtos ou serviços.

Os melhores criadores de conteúdo são aqueles que sabem contar boas histórias (os storytellers) escrevendo dezenas de posts para o seu blog que — mesmo sem mencionar sua marca — mantém o público engajado e atraem conversões para seu negócio. O poder desse tipo de conversa está em acreditar que seguindo pistas de comportamento dos usuários, você pode transformar desatentos em público-alvo, depois em consumidores e, por fim, compradores. E então, compradores fidelizados.

De acordo com o Hubspot, publicitários do mercado B2B (Business to business, tradução para comércio entre empresas) acreditam que criar conteúdo para blogs é mais efetivo (em questão de tempo e custo) que o método tradicional de geração de leads. Além disso, conteúdo em texto tem uma maior chance de estabelecer uma posição de autoridade sobre um assunto que a empresa aborda, o que pode elevar a credibilidade da campanha - que será vista como líder na discussão.

A melhor parte de produzir esse tipo de conteúdo? É de graça para seus leitores. Então, seus redatores devem estar ainda mais atentos às estratégias de SEO para ter certeza que seu conteúdo será encontrado e lido.

Redação publicitária ou redação de conteúdo: qual devo usar?

Você e sua equipe de comunicação devem se esforçar ao máximo para entregar o melhor dos mundos: conteúdo valioso, informativo e com autoridade - sempre direcionado a uma ação simples. Lembre-se que redação é conteúdo, mas conteúdo não necessariamente é redação. Enquanto a redação de conteúdo foca em materiais informativos e criativos, a redação publicitária está diretamente ligada a geração de vendas do começo ao fim.

Não existe uma receita de sucesso, tudo depende da sua estratégia de comunicação. Quer uma ajuda? Nós, da Prosperidade Conteúdos, estamos aqui para tirar suas dúvidas. Entre em contato conosco!



0 visualização

Copyright © Prosperidade Conteúdos