Como reduzir o custo dos anúncios pagos?

Atualizado: Mai 27



Custo médio por clique (CPC), Custo médio por impressão (CPM, calculado por 1000 impressões), Custo por aquisição (CPA). São muitas as métricas monetárias para gerir e otimizar. Então, como nós podemos diminuir os custos dessas siglas? Bem, o resultado que você busca não tem uma resposta tão simples assim, por que é preciso levar em conta que o objetivo é manter a performance. E aí, a questão vai além de diminuir custos - estamos falando sobre criar um modelo de gasto econômico onde podemos extrair o máximo de performance de cada real gasto.


Chegou a hora de descobrir algumas das táticas mais efetivas para otimizar suas próximas campanhas. Vamos compartilhar algumas das dicas focadas nos canais de métricas de front-end do Google Ads.


Suba seu índice de qualidade

(Quality Score, também pode ser conhecida como QS)

Melhore essa métrica para reduzir seus custos por clique (CPC). Esse é geralmente o índice mais esquecida quando se fala sobre otimização das métricas de front-end. Quando mais alto o QS, menor é a sua concorrência. Isso por que a experiência du usuário (UX), geralmente, será melhor em comparação aos outros.


Existem muitos fatores que podem aumentar seu Quality Score (QS). O mais importante é a taxa de clique esperada. As peças de publicidade (ads) precisam ser relevantes na landing page e as palavras-chave (keywords) que estão sendo usadas precisam ser fortes. Se o usuário buscando uma solução com uma palavras-chave específica, um ads precisa ser mostrado a ele, indicando uma página suficientemente relevante de acordo com os termos pesquisados. Essa é a forma mais simples de aumentar a relevância do seu anúncio (ads), que vai, consequentemente, aumentar sua taxa de cliques esperada, que se eleva seu índice de qualidade (QS).


Palavras-chave (keywords)

Adicione frases e combinações de palavras-chave altamente relevantes para seu produto ou serviço. Elas geralmente contam com um volume menor de buscas, mas também um número reduzido de concorrência por espaço, permitindo que você use e crie campanhas por um custo mais baixo. Como essas palavras-chave são super refinadas e relevantes, elas podem contribuir também para o aumento do QS.

Quanto mais ampla ou genérica sua palavra-chave, mais competição você terá por perto - isso sem mencionar que as atuais buscas que envolvem as palavras-chaves podem nem ser relevantes para seu negócio. Resultado: queda expressiva da taxa de clique esperada.


Use as palavras-chave negativas a seu favor

Elas ajudam a prevenir que seus anúncios sejam acionados em pesquisas irrelevantes. Quanto mais amplas suas palavras-chave, maior deveria ser o engajamento nas pesquisas de termos monitorados e adicionados a uma lista de keywords negativas - que também devem ser incluídas na sua campanha.

Separe um grupo com suas melhores palavras-chaves

Se você tem uma seleção de palavras-chaves que superam outras em seus respectivos grupos de anúncios, está na hora de criar uma lista de alto nível. Isso permite que você possa destinar um orçamento específico para grupos de anúncios que necessitam de uma performance melhor. Ou seja, alta-performance com menor impacto econômico.


Pense com cuidado a sua landing page

Tudo se resume à experiência do usuário, o famoso UX: tempo de carregamento, facilidade do usuário navegar na interface e muito mais. Profissionais do marketing muitas vezes esquecem que o trabalho deles não acaba com o clique de um usuário no anúncio. A experiência na landing page - onde o usuário chega após o clique - tem um papel importantíssimo no índice de qualidade (QS). É crucial trabalhar com a equipe de UI/UX/CRO (otimização do índice de cliques) para garantir que a landing page seja tão rápida e otimizada quanto possível. Se o seu objetivo é a geração de leads qualificados, garanta que essa tarefa esteja no topo da sua lista de prioridades.

Estratégia de lances (bidding)

Finalmente, chegamos aos lances de anúncios. Se você nunca fez isso antes, comece criando um manual estratégico - inclusive, é assim que você deveria agir sempre que for lançar uma campanha, ainda que as automações convertam dados em estratégia, é bom saber que você pode tomar o comando quando preferir.

Uma boa parte dos profissionais do marketing acreditam que aumentar seus lances é o melhor caminho para alcançar a alta performance. Não caia nesse discurso. Claro, um lance mais alto pode aumentar sua visibilidade e taxa de cliques, mas isso não significa que estes cliques valiosos é o que você precisa. Olhe para o custo por clique (CPC) e veja quanto você pode diminuir na média dos lances sem comprometer a performance que você tem hoje.

É uma jornada que leva tempo, claro, mas em breve você começará a ver sua performance manter bons níveis e o custo médio terá caído. Se o Google Ads está performando bem (quer se tratando de ranqueamento ou conversão) com um CPC que é menor que seu lance, por que não diminuir seus lances para combinar ou mesmo para economizar?

Existem muitas outras táticas que você pode implementar para reduzir custos em suas campanhas de pesquisa pagas. Até aqui, você aprendeu algumas das opções mais fáceis de implementar - todas relacionadas à importância da relevância e entrega de qualidade. Afinal, exceto para os lances, isso é apenas um plano matemático.


Se estiver precisando de ajuda para estruturar seus grupos de anúncios, fale conosco. Teremos prazer em ajudar!

Artigo publicado originalmente no portal Smart Bug

13 visualizações

Copyright © Prosperidade Conteúdos