Estratégia de vídeo marketing

Atualizado: Mai 27

Cinco passos para planejar e desenvolver a sua estratégia de vídeo marketing com orçamento de startup




Profissionais das mais diversas áreas de atuação vão se relacionar com uma rotina típica de trabalho:


Você acorda com o despertador tocando no seu smartphone e, já que está com o aparelho desbloqueado mesmo, dá uma rápida olhada nos emails. Enquanto está tomando o café da manhã ou esperando o motorista do aplicativo chegar, desliza pelo feed do Linked-in antes mesmo de chegar no trabalho.


Já no escritório, você passa o dia no computador, fazendo diversas pesquisas on-line e checando de tempos em tempos as atualizações dos amigos no Instagram. Você precisa fazer uma breve apresentação para a equipe e utiliza o iPad para transmitir dados para uma tela na sala de reunião. Durante a pausa para o almoço, você passa alguns minutos online no Messenger e… bum: engata uma conversa com um velho colega de trabalho.


Então, quando chega em casa no fim do dia, você passa alguns minutos ajudando seu filho realizar uma pesquisa para o projeto de ciências da escola no seu notebook - seguido de algumas horas de Netflix assistindo a suas séries favoritas.


Finalmente, antes de ir para a cama você configura o despertador e checa o feed das suas redes sociais antes de largar o celular - pelas próximas 8 horas. Então, você encosta a cabeça no travesseiro e fecha os olhos, pronto para começar tudo de novo na manhã seguinte.


Como você consegue perceber, qual é o ponto mais comum em todos esses cenários da sua rotina?


As telas estão em todos os lugares!


E o que isso significa da perspectiva do marketing? O vídeo está rapidamente se transformando na melhor forma de se conectar com consumidores, usuários e seguidores.

Segundo informações da sexta edição da Video Viewers - pesquisa encomendada pelo Google e conduzida pela Provokers - o consumo de vídeo do brasileiro na web cresceu 165% nos últimos 5 anos. Ou seja, incluir o vídeo em sua estratégia pode entregar um dos maiores ROIs (Return on Investment, ou retorno sobre o investimento, em tradução livre) para a marca.


No entanto, estabelecer uma estratégia de vídeo marketing pode soar intimidante. Claro que um vídeo pode causar grande impacto quando você investe US$ 33 milhões em um comercial estrelado por Nicole Kidman, como a Chanel, mas como você pode desenvolver uma estratégia de vídeo quando seu orçamento total é de 0.01% comparado ao da grife global?


Felizmente, trabalhar com vídeo não necessariamente precisa abrir um rombo na sua conta. Apesar dos usuários de hoje esperarem por nível de qualidade excepcional, um pequeno investimento de tempo e dinheiro pode resultar em um novo conteúdo viral.


Neste artigo, publicado originalmente pelo Digital Marketing Institute, em inglês, trouxemos os principais passos usados durante o desenvolvimento de uma estratégia de vídeo marketing (escalável e memorável) com o orçamento de uma startup.


Passo 1: Entenda o propósito da sua estratégia vídeo marketing


Uma estratégia de vídeo marketing vai ter problemas se o objetivo principal é “vender mais produtos”. Pode até ser a razão para o vídeo ser feito, mas se você incorporar conteúdo de autopromoção demais na estratégia o resultado será o que você menos quer: ser percebido como spam ou nem ser percebido como marca.


O objetivo de sua estratégia de vídeo marketing deve ser educar, entreter e inspirar quem assiste - esse tipo de conteúdo sempre será compartilhado e lembrado. Apesar de querer levar o espectador para o próximo passo, seu objetivo não deve ser que ele acabe o vídeo com a sensação de ter sido atacado por um discurso de venda genérico.


Seu conteúdo será compartilhado nas mídias sociais se as pessoas se divertirem ou se entreterem com o vídeo que você as apresentou. Então, não se preocupe tanto tentando fazer do conteúdo uma plataforma promocional para a sua empresa. Ao invés disso, ofereça uma experiência que todos nós gostaríamos de fazer parte.


Resumindo, para determinar o propósito da sua estratégia de vídeo marketing, você deve:

  • Estabelecer seu público-alvo;

  • Reconhecer hábitos de compartilhamento e compra;

  • Criar um conteúdo que esse público quer, gosta e aprecia.


Passo 2: Determine que tópicos e formatos incluir no planejamento de conteúdo de seu vídeo


Uma vez que você estabelece quem é o seu público-alvo, a próxima etapa consiste em definir qual o formato e tópico têm maior aderência.


Investir em tutoriais, storytelling, webséries? O objetivo é entregar algo que os usuários vão gostar e sentir vontade de compartilhar com suas redes pessoais.


Enquanto isso, quais tópicos devem ser abordados? Quanto mais relacionados com a sua marca, melhor!


Tome como exemplo os vídeos da Lu, a inteligência artificial desenvolvida pelo Magazine Luiza. Presente nas mais diversas páginas do site e app, os conteúdos em vídeo apresentam os produtos ou funcionalidades de forma simples e descomplicada. A partir dessa plataforma, a marca viu nos vídeos uma nova forma de se comunicar e entregar conteúdo de relacionamento para os usuários.



Hoje, o Canal da Lu soma 1,84 milhões de inscritos têm vídeos relacionados aos produtos, mas vai muito além: Como aumentar o tamanho das letras no celular é um dos temas com vídeo produzido, por exemplo.


Entenda aqui a estratégia: quanto mais os usuários consomem o conteúdo divulgado pelo Canal da Lu, mais associam o Magazine Luiza como uma solução dos problemas. O resultado? Esses usuários saberão a quem recorrer quando precisar comprar um novo smartphone ou trocar a televisão de casa por um modelo mais robusto.


Pesquise antes de determinar o estilo e tópico mais efetivo para cada nicho - e não tenha medo de testar ideias que já fizeram sucesso em outro setor. Algumas das maiores campanhas de marketing surgiram de inspirações de indústrias distantes da realidade de uma marca - e então integradas ao mercado, público-alvo e discurso institucional.


Passo 3: Escolha quem vai produzir seu vídeo


Quando se trata da produção de vídeos, você conta com diversas opções:


Você ou seu time podem desenvolver os vídeos sozinhos. Se você planeja desenvolver vídeos simples com um custo baixo, essa pode ser a melhor opção. No entanto, se você vai seguir esse caminho, certifique-se de manter um bom nível de qualidade - mesmo que a produção ainda seja amadora, não precisa ser entregue dessa forma. Invista algum tempo do planejamento pesquisando a melhor forma de criar um bom vídeo e considere uma forma que permita você trabalhar recursos especiais.

Você pode contratar uma agência de criação de vídeos. Essa opção é mais cara, e você deve estar disposto a investir. Por outro lado, você recebe exatamente o que pediu, além de contar com a experiência de um time que só trabalha com isso - o que poderá otimizar seu tempo de aprendizado e partir logo para execução. Se você está procurando criar um vídeo singular e impactante, trabalhar com profissionais de criação é a opção mais indicada.

Você pode trabalhar com influenciadores para criar e promover seus vídeos. Em vez de lidar com a criação você mesmo ou pagar para uma empresa especializada para entregar o conteúdo finalizado e você encontrar uma maneira de divulgá-lo, por que não trabalhar com alguém que pode fazer e promover seus vídeos?


Youtubers e influenciadores digitais com uma audiência relevante e cativa estão sempre dispostos a fechar parcerias comerciais. Comum no meio digital, os conteúdos patrocinados consistem em adaptar o conteúdo do influenciador abordando o seu produto ou serviço no discurso deste produtor de conteúdo.


Um exemplo simples para entender é o caso de canais de viagem. Esses criadores abordam um destino ou atração no vídeo, informam que o vídeo é patrocinado por uma agência de viagens e avisam seus seguidores que eles também podem fazer aquela viagem com a ajuda da agência de turismo que o convidou.


Quando decidir a melhor forma de desenvolver seus vídeos, tenha em mente seu público-alvo, orçamento para aquele conteúdo, tempo para produção e sua capacidade criativa. Revisando estes elementos acima você conseguirá definir a melhor opção para a sua estratégia de marca.


Passo 4: Deixe os espectadores querendo mais


Você se lembra da campanha da Skol, em parceria com o Facebook e a Endemol Shine Brasil? Intitulada ‘Tour das tours’, a “novela social” contou com 11 episódios de histórias inspiradas em relatos de um grupo - com mais de 400 mil membros - da rede social.



Pensado e roteirizado no formato vertical - atendendo ao formato de consumo das informações do público - os episódios foram disponibilizados de uma vez só. Assim, o usuários escolhe onde e quando assistir. Vemos aqui uma mudança na forma de entregar uma propaganda.


Assistindo televisão, é raro encontrar um comercial que você gostaria de continuar assistindo. No entanto, se você criar vídeos que deixam o espectador querendo mais, eles vão compartilhar, curtir e se inscrever para não perder os próximos episódios daquela ação comercial. E quando isso acontece, você pode declarar que a sua estratégia de vídeo marketing fez sucesso!


Passo 5) Saiba onde e como promover seus vídeos


Gravar um vídeo e publicar no Youtube não é suficiente - você precisa impulsionar seu conteúdo para o sucesso.


Alguns anos atrás, as Bahamas - uma das ilhas do Caribe mais famosas - trabalhou com alguns influenciadores para criar vídeos promovendo uma experiência única em Exumas, uma região da ilha: a possibilidade de nadar com porcos nas águas cristalinas.


Os vídeos ficaram lindos e engraçados por si só, mas o departamento de turismo sabia que um empurrãozinho extra poderia ajudar àquele conteúdo a ganhar mais destaque. Então, estabeleceram uma parceria com o Expedia - agência de viagens - para ajudar a promover uma variedade de experièncias nas Bahamas - incluindo o nado com os porcos.

Essa parceria resultou em uma onda de compartilhamentos, curtidas e visualizações que continuam crescendo.



Mesmo que sua empresa ainda não possa pagar por uma parceria com o Expedia, é importante saber como e onde promover efetivamente seu conteúdo publicado. Encontre influenciadores, outras empresas e amigos que possam ajudar a divulgar seus novos vídeos.


Desde que vídeos tenham boa qualidade e valham o play do usuário, não será difícil encontrar pessoas dispostas a compartilhar e promover gratuitamente.


Está preparadopara lançar sua primeira campanha de vídeo marketing?


Se você está pensando seriamente sobre realizar estratégias de vídeo marketing, a melhor maneira de tirar do papel é começar a gravar! Sim, você precisa entender as necessidades básicas da produção. E nada melhor que a prática para aprender!


Agora, se precisar de uma ajuda no planejamento e execução para sua campanha, entre em contato com a gente. Teremos prazer em ajudá-los!




25 visualizações

Copyright © Prosperidade Conteúdos